Leio na vida da Santa Irmã Dulce:

" A oração na vida da santa ocupava uma rotina bastante importante.Para ela rezar não era somente uma atividade física de rezar preces, mas algo transcendental relacionado à presença de Deus que ela dizia sentir em todos os atos de sua vida.  A freira  afirmava que,  mesmo quando estava conversando com uma outra pessoa  ou resolvendo um assunto comercial, seu "coração continuava rezando". E também,  dormia  bem pouco, entre duas e quatro horas por noite.. No silencio do quarto escuro, ela passava boa parte da noite  em oração. Era assim que se revigorava  espiritualmente para  dar conta  das responsabilidades. Ela dizia: "Nós não podemos conseguir nada se nós não fizermos da nossa vida uma oração continua. Eu recorro a Ele sem interrupção. Afinal de contas somos humanos , ainda não somo anjos.  A oração é que faz tudo, a ação é decorrente da oração. Nós não podemos nos dedicar à ação  sem a oração, porque seria tudo perdido, não seria uma coisa de Deus. O que nos temos conseguido aqui é somente pela oração"

 Ela costumava dizer que dentro do seu coração existia uma pequena capela onde estava Jesus".

Fonte: Irmã Dulce, A Santa dos pobres

Autor: Graciliano Rocha

 Editora: Planeta