Por aí se vê quantas dificuldades Francisco terá para fazer as reformas que a Igreja precisa, dentre elas o celibato. Estou convicto de que haverá um novo cisma na Igreja. Não vejo outra saída.
Francisco tem que agir segundo a consciência dele...Bento XVI e esses reacionários que criem uma "igreja" particular para eles.
Eu estou com Francisco...